ARQUIDIOCESE
de Pouso Alegre

Arquidiocese se organiza para enviar jovens para JMJ 2019 - por Pe. Andrey Nicioli


Visando a realização da Jornada Mundial da Juventude, que ocorre no Panamá entre os dias 22 e 27 de janeiro de 2019 , a Arquidiocese de Pouso Alegre, através do Setor Juventude, está se organizando para enviar um grupo para esse grande encontro. O padre Marcos Eduardo Caliari, coordenador do Setor Juventude, está unindo os interessados na viagem e já tem um orçamento do valor para cada pessoa.

Para essas informações, entre em contato pelo email: mecaliari29@yahoo.com.br ou pelo telefone (35) 3465-1105. 

A JMJ

O tema da 34.ª JMJ é ‘Eis aqui a escrava do Senhor, faça-se em mim segundo a tua palavra” (Lc 1,38), o qual foi escolhido pelo próprio Papa Francisco. 

Cada JMJ realiza-se, anualmente, a nível diocesano no Domingo de Ramos, alternando com um encontro internacional a cada dois ou três anos numa grande cidade: em 1987, Buenos Aires (Argentina); em 1989, Santiago de Compostela (Espanha); em 1991, Czestochowa (Polónia); em 1993 em Denver (EUA); em 1995, Manila (Filipinas); em 1997, Paris (França); em 2000, Roma (Itália); em 2002, Toronto (Canadá); em 2005, Colónia (Alemanha); em 2008, Sidney (Austrália); em 2011, Madrid (Espanha); Rio de Janeiro (Brasil), em 2013; e Cracóvia (Polónia), em 2016.

A JMJ é um evento criado por São João Paulo II, em 1986, que reúne jovens católicos de todo o mundo. Tem o intuito de celebrar a fé em Jesus Cristo e mostrar o rosto jovem da Igreja. A maior reunião de jovens católicos do mundo tem atravessado gerações e fronteiras, e reunindo pessoas dos quatro cantos do planeta.

Dois eventos importantes marcaram a história inicial da JMJ: o Jubileu dos jovens em Roma para o Ano Santo da Redenção, em 1984, quando João Paulo II entregou a cruz aos jovens em 22 de abril.

Em 1985, aconteceu o Encontro Mundial dos Jovens, por ocasião do Ano Internacional da Juventude, proclamado pela ONU. O Papa João Paulo II dedicou então uma Carta Apostólica aos Jovens, convidando-os para mais um encontro em Roma: a primeira Jornada Mundial da Juventude, em 1986.

Em 1987, o saudoso Pontífice polonês convocou os jovens a um encontro em Buenos Aires, tornando a JMJ um encontro de peregrinação internacional. Nesta edição, João Paulo II reafirmou o que vinha dizendo aos jovens desde o início de seu pontificado: “Vós sois a esperança da Igreja, vós sois a minha esperança”.

 

 

 

 

 

 

 

 

Publicado no dia 06/07/2017