ARQUIDIOCESE
de Pouso Alegre

Novo pároco recebe posse canônica em Córrego do Bom Jesus - por Pe. Andrey Nicioli


A Paróquia do Senhor Bom Jesus celebrou na noite desta quinta-feira (26) a posse canônica de seu novo pároco e reitor, padre Eduardo Rodrigues da Silva. A Eucaristia foi presidida pelo Arcebispo Metropolitano, Dom José Luiz Majella Delgado - C.Ss.R., e concelebrada por diversos outros padres da Arquidiocese de Pouso Alegre. Com esta Santa Missa, o Arcebispo também deu início à visita pastoral na Paróquia. Padre Eduardo, até então, estava em Belo Horizonte, onde realizava seus estudos em Filosofia. 

No início da celebração foi feita a leitura do Decreto de posse canônica. De joelhos, de frente para o altar, padre Eduardo fez a sua profissão de fé e juramento de fidelidade, como é pedido a todo cristão que vá assumir um ofício dentro da Igreja. 

Em sua homilia, Dom Majella falou sobre a experiência do discípulo missionário de Jesus e lembrou o lema de ordenação presbiteral do próprio padre Eduardo.

"Podemos iniciar esta reflexão bíblica a partir do último versículo do Evangelho, que diz assim: 'quem acolhe aquele que Eu enviei, é a mim que acolhe'. Aqui está uma orientação a esta comunidade paroquial. Acolher o padre Eduardo é acolher Jesus, porque estamos acolhendo um discípulo de Jesus, um sacerdote. Este discípulo se coloca na comunidade com espirto paulino, porque quando o padre Eduardo disse 'sim' à Deus e à igreja, para receber a Ordem, buscou como norte para sua vida de padre uma inspiracao de Paulo: 'por causa do Evangelho, farei tudo'. Tudo faço por causa do Evangelho. Este foi o lema que o padre Eduardo buscou para viver sua vida sacerdotal", afirmou. 

Assim como Paulo deu testemunho, o Arcebispo também disse que o padre deve dar testemunho de coerência e virtudes.

"Assim como Paulo na primeira leitura que nós ouvimos, vivendo sua coragem e disponibilidade missionária, passando por várias cidades, padre Eduardo também já fez essa experiência. Assim como Paulo, padre Eduardo viveu sua vida missionária, fazendo a experiência de discípulo de Jesus. Dedicou tempo do seu ministério para aprimorar sua formação e ajudar o povo de Deus e também ajudar na formação dos futuros padres. Paulo, nesta primeira leitura que nós ouvimos, mostra ser um homem missionário. Primeiro pelo seu testemunho de vida. Não é isso que esperamos do padre, que ele dê testemunho de uma vida correta, de uma vida voltada para Deus, que deixou tudo por causa de Jesus Cristo? O padre é aquele que dá testemunho de uma vida coerente, de uma vida transparente, que não precisa andar às escondidas. Por onde ele passa é o caminho do bem. Paulo dá seu testemunho de missionário e por causa do seu testemunho, Paulo vai ensinar. A sua vida dedicada a Jesus cristo, o seu testemunho de vida vai levá-lo a ensinar, vai ensinar os caminhos de Jesus, vai ensinar sobre Jesus", ressaltou. 

Após a homilia, dando continuidade ao rito canônico, o novo pároco foi conduzido pelo Arcebispo até a porta da Matriz, onde lhe entregou as chaves da Igreja; à pia batismal; ao confessionário; ao Sacrário; e, por fim, à cadeira da presdiência. Após a assinatura dos documentos, Dom Majella, com muita alegria, apresentou padre Eduardo para toda comunidade paroquial.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Publicado no dia 27/04/2018