ARQUIDIOCESE
de Pouso Alegre

Diácono Carlos Cézar é ordenado padre em Borda da Mata - por Pe. Andrey Nicioli



Fotos: Pascom

A Arquidiocese de Pouso Alegre acolheu com a alegria na manhã deste sábado (29) mais um padre em seu presbitério: padre Carlos Cézar Raimundo. A missa na qual ele foi ordenador presbítero foi celebrada na Basílica Nossa Senhora do Carmo, em Borda da Mata, sendo presidida pelo arcebispo metropolitano, dom José Luil Majella Delgado - C.Ss.R., e concelebrada por dezenas de padres. Seminaristas, religiosos e centenas de fieis também participaram da celebração. 

Em sua homilia, o arcebispo lembrou da festa dos Santos Arcanjos, também celebrada neste dia, os quais inspiram o padre na sua missão.

"A Sagrada Escritura e a Tradição da Igreja deixam-nos entrever dois aspectos: por um lado, o Anjo é uma criatura que está diante de Deus, orientando todo seu ser para Deus. Os três nomes dos Arcanjos terminam com a palavra 'El', que significa Deus. Deus está inscrito nos seus nomes, na sua natureza. Segundo aspecto, que caracterizam os Anjos, eles são mensageiros de Deus, trazem Deus aos homens, abrem o céu e assim abrem a terra, exatamente porque estão juntos de Deus. Podem estar muito próximo dos homens. Neste sentido, o padre deve ser homem de Deus. Deve viver orientado para Deus. O padre deve ser alguém que intercede pelos homens junto de Deus. Quanto mais o fizer, tanto mais compreende as pessoas que lhe são confiadas e pode tornar um anjo, um mensageiro de Deus, ajudando a encontrar sua verdadeira natureza".

Dom Majella também lembrou que o padre é aquele que conduz as pessoas até Jesus Cristo.

"Querido filho, meu diácono Carlos César. No livro do Apocalipse, a Igreja de Laudicéia, o anjo diz: 'abri a porta ao Senhor, que Ele entrará e ceará com vocês'. Hoje, você como padre, que

Fotos: Pascom

será ordenado, tem essa missão, de ser o anjo e chegar junto ao coração das pessoas dizendo: “abra a porta do seu coração para o Senhor”. Padre é o anjo. Hoje, meu querido diácono, sede verdadeiramente este anjo, inicialmente da paróquia de Sant’Ana, em Sapucaí Mirim, mas seja um anjo na Igreja particular de Pouso Alegre, um anjo da Igreja de Jesus Cristo. Ajudai o povo de Deus a encontrar a alegria da fé, a acolher o bem e recusar o mal, permanecer sempre mais, pessoas que amam em comunhão com Deus-Amor".

Aproveitando o Evangelho, dom Majella recordou a importância de sermos caminho para os outros discípulos. 

"O Evangelho narra para nós a vocação de Natanael, que significa: 'Dom de Deus'. Todos os seguidores de Jesus deve ser dom de Deus para a vida dos outros, uma pessoa de verdade e sem falsidade. Eis o padre: um dom de Deus. Um dom de Deus para os outros, uma pessoa de verdade sem falsidade, eis o padre. Um dom de Deus, uma pessoa fiel e sincera, sem preconceitos, que aceita Jesus sem reservas. A história da vocação de Natanael tornou-se um testemunho sobre Jesus. Amado filho, a história da nossa vocação, primeiramente de cristãos, de batizados, e de ordenados, deve ser um testemunho sobre Jesus e não sobre conquistas e realizações, prestígio e poder, cargos e sucesso. A história da nossa vocação de padre deve ser um testemunho sobre Jesus, e basta! Natanael foi ver Jesus motivado pelo convite de Felipe que lhe disse: “venha e você verá!”. Um discípulo chama o outro, um discípulo leva o outro até Jesus. Como é belo escutar a história vocacional dos padres do nosso presbitério. Todos falaram de um Felipe da nossa Igreja particular. Esse padre me levou até Jesus. Certamente você tem bem claro em seu coração o nome daquele padre ou irmão que te levou até Jesus, que o levou aos missionários redentoristas, que o levou ao nosso seminário arquidiocesano. Você encontrou Jesus. Ele que o chamou desde a pia batismal nesta Basílica de Nossa Senhora do Carmo, ali o Senhor confirmou o chamado, pois desde ventre materno Ele o chamou", finalizou sua homilia.

Biografia

O padre Carlos Cézar Raimundo é filho de Antônio Carlos Raimundo e de Maria Rosângela de Lima Raimundo. Ingressou no seminário redentorista Santo Afonso, em Aparecida (SP), em 2006. Na Congregação do Redentorista, além do ensino médio, cursou a etapa do Propedêutico em Santa Bárbara d'Oeste (SP) e a filosofia em Campinas (SP). Depois de um sério discernimento vocacional, ingressou no Seminário Arquidiocesano Nossa Senhora Auxiliadora, em Pouso Alegre, no ano de 2013, onde cursou a etapa da teologia. 

Trabalhou como seminarista nas paróquias de Nossa Senhora da Conceição (Conceição dos Ouros), São José (Paraisópolis), Sagrada Família (Itajubá) e São Sebastião e São Roque (Senador Amaral). Após concluir os estudos e realizar a experiência missionária na arquidiocese de Porto Velho (RO), realizou o estágio pastoral na Paróquia Santa Rita de Cássia (Santa Rita de Caldas). Foi ordenador diácono no dia 25 de novembro de 2017. No início de 2018 foi transferido para a paróquia Sant'Ana, em Sapucaí Mirim. 

 

 



 

 

 

 

Publicado no dia 30/09/2018