ARQUIDIOCESE
de Pouso Alegre

Arquidiocese celebra jornada mundial do pobres no próximo dia 18 - por Pe. Andrey Nicioli


A Arquidiocese de Pouso Alegre, em comunhão com a Igreja no mundo, vai celebrar no dia 18 de novembro a II Jornada Mundial do Pobre com o tema "Este pobre grita e o Senhor escuta" (Sl 34,7). Cada paróquia se organiza para melhor celebrar este momento. 

"Façamos também nossas estas palavras do Salmista, quando nos vemos confrontados com as mais variadas condições de sofrimento e marginalização em que vivem tantos irmãos e irmãs, que nos habituamos a designar com o termo genérico de 'pobres'. O autor de tais palavras não é alheio a esta condição; antes pelo contrário, experimenta diretamente a pobreza e, todavia, transforma-a num cântico de louvor e agradecimento ao Senhor. Hoje, este Salmo permite-nos também a nós, rodeados por tantas formas de pobreza, compreender quem são os verdadeiros pobres para os quais somos chamados a dirigir o olhar a fim de escutar o seu clamor e reconhecer as suas necessidades", escreveu o Papa Francisco na sua mensagem por ocasião da jornada.

Segundo o arcebispo metropolitano, Dom José Luiz Majella Delgado - C.Ss.R., para a realização dessa jornada, a Igreja estimula a promoção da semana da solidariedade, organizando encontros, celebrações ou mobilizações públicas na semana entre os dias 11 e 18. Na Arquidiocese de Pouso Alegre, a jornada é motivada e celebrada pela Comissão Vida Plena. 

"Recordamos a importância de se celebrar essa semana com os pobres e a comunidade cristã, ampliando laços de fraternidade, solidariedade e comunhão, fortalecendo o rosto da Igreja em saída, missionária e acolhedora, transformadora da realidade. Será também uma oportunidade para o diálogo ecumênico e com pessoas de boa vontade, quando possível, bem como a inserção pastoral dos adultos que caminham na Iniciação à Vida Cristã. E, com certeza, será um momento propício de preparação para o tempo do Advento", escreveu. 

No Brasil, a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) confiou o processo de animação da Jornada Mundial dos Pobres – Semana da Solidariedade à Cáritas Brasileira, neste ano de 2018 esta animação foi reforçada também com a contribuição da equipe da Campanha da Fraternidade, da Comissão Episcopal Pastoral para o Laicato, do Conselho Nacional do Laicato, e da Comissão Episcopal Pastoral para Ação Social Transformadora.

Histórico

Em 2017 o papa Francisco convocou católicos e pessoas de boa vontade para uma jornada de solidariedade e proximidade com as pessoas empobrecidas. A grande convocação trouxe como lema o imperativo: “Não amemos com palavras, mas com obras”. 

Desde então a Jornada Mundial dos Pobres entrou para o calendário anual das iniciativas da Igreja. A convocação para a Jornada Mundial dos Pobres fez parte da agenda de ações mobilizadas no âmbito do encerramento do Ano Santo da Misericórdia, realizado em 2016-2017.  

“Convido a Igreja inteira e os homens e mulheres de boa vontade a fixar o olhar, neste dia, em todos aqueles que estendem as suas mãos invocando ajuda e pedindo a nossa solidariedade. Este dia pretende estimular, em primeiro lugar, os crentes, para que reajam à cultura do descarte e do desperdício, assumindo a cultura do encontro. Ao mesmo tempo, o convite é dirigido a todos, independentemente da sua pertença religiosa, para que se abram à partilha com os pobres em todas as formas de solidariedade, como sinal concreto de fraternidade”, disse o papa Francisco em um trecho da mensagem que marcou a primeira Jornada Mundial dos Pobres.

 

Publicado no dia 05/11/2018